Blog Janela Feminina

Rejeição: mude a perspectiva, é sobre a preferência do outro, não sobre seu valor.

Tente ver isso de forma prática: não há nada de errado com você, nem com quem te rejeitou. Cada um tem suas predileções. Não é um problema se você não se encaixa no universo daquela pessoa.
 

A vida  é tecida de múltiplas escolhas. O mundo é repleto de pessoas interessantes e você encontrará, mais cedo ou mais tarde, aquela sintonizada com a sua energia.

Alguns chamam isso de alma- gêmea ou cara-metade, eu chamo de afinidade energética.

Não permita que a preferência do outro interfira na sua autopercepção e controle seu humor e autoestima. Você é mais do que aquilo que flutua na superfície. Você é essência!!

Quando uma pessoa  é traída pelo seu par, revolve dentro dela um turbilhão de emoções difícil de elaborar. Uma dor avassaladora parece tragá-la para  dentro de um vórtice caótico e obscuro. Arrastada para as zonas cinzentas do pensamento,  o raciocínio fica confuso e convulsivo.

O traído começa a fazer conjecturas sobre possíveis tramas que desenrolaram  até chegar à tal situação. Nem sempre a tentativa de montar o quebra-cabeça dos fatos  é verossímil, pois a mente perturbada pode fantasiar absurdos, o que só faz aumentar o sofrimento da” vítima”.

Uma traição não é algo fácil de digerir. Porque naquele relacionamento houve quebra de contrato, cujos fatores  capitais foram negligenciados pelo distratante tais como: a confiança,  o respeito e a parceria.  O traidor comete um...

Eu sou da turma que aposta numa boa companhia pra deixar a vida mais leve e feliz. Estar sozinha temporariamente por opção é algo muito bacana, às vezes, impomo-nos o autoexílio para fazer uma autorreflexão, realinhar os pensamentos, reavaliar comportamentos, traçar metas e definir planos a médio e longo prazo. Essa solidão estratégica é saudável e necessária em algum momento das nossas vidas, pois é circunstancial e opcional. 

Mas aquela solidão que a vida nos impõe, sem o nosso consentimento, aquela que causa angústia e sofrimento, essa é nociva e mata em doses homeopáticas. Mas ainda assim, ela pode nos servir de lição. Em vez de reclamarmos e chorar pitangas, devemos  tirar proveito para fazer uma faxina, não apenas nas gavetas e armários, mas nos recônditos mais impenetráveis da...

Ainda não troquei os lençóis, eles têm cheiro de saudade, dos nossos fluidos, do nosso amor desmedido. Aliás, você encheu minha cama e minha casa de cheiros perpétuos. Cheiro de homem, cheiro de bagunça boa, daquelas que sujam o que antes era asséptico demais, sem vida pulsante.

Minha casa cenográfica, que se assemelhava à ilustração do Pinterest, onde somente eu transitava, era arrumadinha demais, limpinha demais, organizada demais. Só existiam aromas: essências sintéticas, perfume francês, lavanda Granado, fragrâncias importadas que mascaravam a ausência de cheiros: feromônios invisíveis que preenchem  espaços vazios e silenciosos que habitam nas almas solitárias.

Quando você veio não trouxe apenas cheiros, trouxe bagagem, abraços, doação, entrega... Seu cheiro impregnou nas paredes, n...

Acredito piamente em vidas passadas, “outras moradas”, na imortalidade da alma. Acredito que estamos todos conectados por fios invisíveis, que nada é por acaso e que tudo tem um significado, uma razão de ser, e que nada, absolutamente nada, está descolado do contexto no qual estamos inseridos. 

As minhas crenças fazem a minha vida ter sentido, fortalecem a minha fé, alimentam minha esperança de que tudo caminha para a perfeição e em direção à luz. Sem a certeza dessa essência divina que carregamos dentro de nós, seríamos tragados para o abismo das desilusões e das torturas mentais as quais estamos sujeitos naqueles dias mais difíceis. E cavar buracos profundos na alma não é uma opção inteligente para quem acredita que estamos nesse plano para quitar débitos.

Esse resgate de dívidas nos p...

Já reparou como  todo  mundo torce por uma história de amor na ficção? Seja  nos contos de fadas, na literatura universal, nas telenovelas ou no cinema, a empatia com o par romântico é espontânea e genuína. Leitores e telespectadores suspiram e suplicam (tacitamente)  para  que o universo conspire a favor do casal apaixonado.

Mesmo que o par romântico  não tenha nada em comum.  Mesmo que os amantes destoem no temperamento,  na idade , na etnia, em gênero. Ainda  que  não pertençam a mesma classe social,  que venham de realidades divergentes, nós meros fruidores da obra,  não vemos nada, absolutamente, nada como barreira para que o amor se instale entre os dois seres que figuram na ficção. Abolimos em nós toda espécie de preconceito. Aceitamos de bom grado as...

Em época de amores líquidos, inconsistentes e fugazes as relações românticas fluem na velocidade dos bytes . Você não sabe mais  definir o que representa na vida do outro. Está tudo relativizado, nada é concreto e sólido no terreno amoroso. Os pares  estão ultraconectados pelas novas tecnologias, mas distantes do coração. As redes sociais e os aplicativos de namoro (Tinder e afins) promovem os encontros, reencontros e desencontros instantâneos. São vitrines poderosas onde as “carnes” estão expostas, prontas para o consumo. Nesse mercado a oferta, assim como a procura estão equilibrados.

Leia também: Medo de compromisso

Coleciona-se parceiros sexuais e não parcerias e conexão. Investir numa relação soa como sacrilégio, afinal para que gastar energia com...

O título do post mais parece anúncio de cartomante em classificado de jornal ou,  ainda, uma receita pronta, com medidas exatas, para o bolo não desandar. A verdade é que não existe fórmula mágica. Um relacionamento feliz, repleto de reciprocidade é o “Santo Grall” que a humanidade intenta  encontrar desde que o mundo é mundo, mas poucos estão dispostos a criar uma ambiência, a fim de que o acalentado desejo do  “felizes para sempre” possa  sair das páginas dos contas de fadas  para  se tornar realidade.

Leia também: Por que é tão difícil manter um relacionamento?

 

Para que um relacionamento dê certo, ambos têm que se esforçar e oferecer o seu quinhão de renúncia, de parceria, de respeito, de disponibilidade e de  tolerância com as limitações do outro. Se um negli...

Tem muita gente que está numa relação estável  e inveja a vida de solteiro, talvez porque a rotina desgastou aquilo que um dia foi um turbilhão  de emoções e que no presente desembocou num rio de águas paradas. Muitos casais se encontram nessa  encruzilhada afetiva,  não sabem como encontrar o verdadeiro caminho e acabam pegando o atalho que leva à traição.

Leia também: Quem tem contatinhos é agenda
 

Porque buscar novas emoções, extraconjugalmente, é mais fácil que investir na atual relação, pois isso exige trabalho  árduo e, às vezes, abnegação e paciência, caracteres raros de se ver  nos humanos na atual configuração planetária. Vivemos o  momento do “salve-se quem puder”, “farinha pouca meu pirão primeiro”. Essa é a mentalidade que predomina: pular do navio antes que ele...

Ei moça! Sacode o pó das sandálias! Ajeita o cabelo em desalinho e retoma tua vida. Não lamente os investimentos emocionais gastos naquela relação tóxica e asfixiante. Você deu o seu melhor, foi íntegra, genuína, autêntica. Foi ele o grande perdedor. Você é linda, forte e tem uma capacidade enorme para se refazer. Sabe como ninguém colar os cacos e remendar o rasgão no tecido sentimental. Segue adiante com a alma leve! O melhor te espera logo ali.


Como dizia Caio Fernando Abreu: “o mundo apesar de redondo tem muitas esquinas”. E é numa dessas curvas surpreendentes que o teu troféu está à espreita. Reprograme-se para ser feliz! Sossega teu coração. Você ainda vai rir dessa angústia que sufoca a tua respiração. Não se concentre nela, ela não é real, assim como quem a causou.

Real é você. Qu...

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
comica1586259207341.jpg

Jornalista, pós-graduada em Jornalismo Cultural, escritora, poeta, fotógrafa e documentarista. Considero-me  uma pessoa singular, porque não me encaixo em esteriótipos, mas ao mesmo tempo plural, multifacetada e poliédrica.

Sou um caleidoscópio em constante rotação.  Busco o equilíbrio no pêndulo oscilante da vida. Reconfiguro-me a cada nascer do sol. A rotina entedia-me, como típica libriana, adoro as artes em todas  as suas expressões e  a beleza nas mais variadas matizes simbólicas.

Regida por vênus, vivo intensamente as sutilezas do amor. Ultrapasso resoluta o limiar da insustentável leveza de ser mulher.

A MATERNIDADE E SEUS CLICHÊS

May 11, 2018

1/10
Please reload

Please reload

 NO AR

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis