Blog Janela Feminina

O título do post mais parece anúncio de cartomante em classificado de jornal ou,  ainda, uma receita pronta, com medidas exatas, para o bolo não desandar. A verdade é que não existe fórmula mágica. Um relacionamento feliz, repleto de reciprocidade é o “Santo Grall” que a humanidade intenta  encontrar desde que o mundo é mundo, mas poucos estão dispostos a criar uma ambiência, a fim de que o acalentado desejo do  “felizes para sempre” possa  sair das páginas dos contas de fadas  para  se tornar realidade.

Leia também: Por que é tão difícil manter um relacionamento?

 

Para que um relacionamento dê certo, ambos têm que se esforçar e oferecer o seu quinhão de renúncia, de parceria, de respeito, de disponibilidade e de  tolerância com as limitações do outro. Se um negli...

Tem muita gente que está numa relação estável  e inveja a vida de solteiro, talvez porque a rotina desgastou aquilo que um dia foi um turbilhão  de emoções e que no presente desembocou num rio de águas paradas. Muitos casais se encontram nessa  encruzilhada afetiva,  não sabem como encontrar o verdadeiro caminho e acabam pegando o atalho que leva à traição.

Leia também: Quem tem contatinhos é agenda
 

Porque buscar novas emoções, extraconjugalmente, é mais fácil que investir na atual relação, pois isso exige trabalho  árduo e, às vezes, abnegação e paciência, caracteres raros de se ver  nos humanos na atual configuração planetária. Vivemos o  momento do “salve-se quem puder”, “farinha pouca meu pirão primeiro”. Essa é a mentalidade que predomina: pular do navio antes que ele...

Sinto-me desajustada nesse mundo onde predominam “crushes”, “contatinhos” e “ficantes”, novas patentes amorosas que definem relações frívolas e voláteis. Sou uma estranha nesse ninho, ou melhor, nessa aldeia global. No imperativo dessa reconfiguração pós- moderna, que prima por relacionamentos instantâneos, fugazes, frios e impessoais estou realmente “fora da casinha”. O que me espanta é que  por trás disso existe uma indústria que fomenta e alimenta esse desvínculo.

Como podemos achar “normal” o fato de a gente ter contato físico ou sexual, trocar carícias e fluidos com uma pessoa e simplesmente ignorá-la horas depois. Descartá- la como um lenço de papel? Nem um “olá” no dia seguinte, um “bom dia” ou uma mensagem fofa. No meu código de ética isso se chama conside...

Um dos assuntos mais comentados, dos últimos dias, é o namoro da jornalista Fátima Bernardes com o estudante de Direito Túlio Gadêlha, 26 anos mais jovem que ela. A novidade provocou um rebuliço nas redes sociais e nos sites que retratam a vida das celebridades. A diferença de idade entre o casal (a mulher sendo a pessoa mais velha da relação) tornou-se o fato mais impactante da notícia.

Qual o problema de a mulher namorar um cara mais jovem? É inegável que ainda há um ranço machista e estereotipado que modelam os pares das relações afetivas. Entretanto, esse tabu aos poucos está sendo quebrado graças a artistas e famosas que vêm desconstruindo essa visão míope, limitante e preconceituosa ao assumirem seus romances com homens mais jovens. Suzana Vieira, Ivete Sangalo, Maríl...

Olá Aranha! Por onde tens anda- do?

Voltou para a noite escura (undergroud) ?

Continua salvando mocinhas em (a) perigo?

Enquanto isso, na sala de justiça, (eu) Mulher-Maravilha

(que não tenho andado tão maravilhosa assim...) continuo tentando fazer as pessoas  que me amam felizes, tarefa difícil...

Que ironia hein? Eu libriana, regida pela elemento ar, estou plantada  feito árvore com raiz, procurando equilibrar  minha vida e meus sentimentos. Enquanto,  você capricorniano, elemento terra, vive voando de “galho em galho”, ou melhor, de “e-difícil em e-difícil” (ufa!) para se encontrar, ou buscar “aventuras” que te façam feliz. Que paradoxo não?

Mas apesar dessa fatídica leitura, constato que continuo presa em tua teia, mesmo sabendo que meu laço não foi suficientemente forte para...

“...Que seja infinito enquanto dure...”  É  Vinícius... Mas  o que é bom, pode sim durar para sempre. E porque não? Basta  temperar constantemente a relação e caprichar num condimento chamado amor.

Em provérbios 14:1 diz o seguinte: A mulher sábia edifica seu lar, mas a insensata o destrói. As mulheres possuem instrumentos de conquista infalíveis tais como: a doçura, a flexibilidade, a sensibilidade, a extraordinária capacidade de  perdoar e acolher com seu instinto maternal, além da sua incontestável habilidade para seduzir o sexo oposto. As armas estão à disposição, é preciso tirá-las do coldre e partir para a ação.

Aqui estão algumas dicas para tornar o relacionamento mais feliz e longevo. Não precisa se prender a datas especiais. As bases da relação são...

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
comica1586259207341.jpg

Jornalista, pós-graduada em Jornalismo Cultural, escritora, poeta, fotógrafa e documentarista. Considero-me  uma pessoa singular, porque não me encaixo em esteriótipos, mas ao mesmo tempo plural, multifacetada e poliédrica.

Sou um caleidoscópio em constante rotação.  Busco o equilíbrio no pêndulo oscilante da vida. Reconfiguro-me a cada nascer do sol. A rotina entedia-me, como típica libriana, adoro as artes em todas  as suas expressões e  a beleza nas mais variadas matizes simbólicas.

Regida por vênus, vivo intensamente as sutilezas do amor. Ultrapasso resoluta o limiar da insustentável leveza de ser mulher.

A MATERNIDADE E SEUS CLICHÊS

May 11, 2018

1/10
Please reload

Please reload

 NO AR

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis