24 HORAS NA VIDA DE UMA MULHER: PAIXÃO E OBSESSÃO

 

O que pode acontecer na vida de uma mulher apaixonada num período de 24 horas?

 

A mulher tem uma capacidade extraordinária de investir em projetos afetivos kamikazes, de mergulhar fundo num relacionamento, sem medir consequências e desajustes. Neste estado eufórico ela não racionaliza as emoções, apenas se deixa envolver pelo turbilhão de sentimentos avassaladores, muitas vezes, rompendo com as conveções e quebrando protocolos em busca da felicidade e da plena realização.

 

No livro" 24 horas na vida de uma mulher", Stefan Zweig fotografa este ângulo convulsivo da alma feminina  com perspicaz sensibilidade. Nesta novela escrita no século 19, Zweig revela sua habilidade para mergulhar nas entranhas alheias e captar a essência do existencialismo humano. De forma magistral ele aborda temas que lhe eram caros, a exemplo da compulsão, da paixão e da obsessão. Dizem que este era um dos textos prediletos de Freud, tudo a ver com o pai da psicanálise.

Resumo: a história se passa num hotel em Monte Carlo.  Um grupo de hóspedes abastados, comenta efusivamente sobre o caso de uma respeitável mulher que acabara de abandonar o marido por um jovem sedutor.  Uma das senhoras presentes acaba fazendo uma confissão sobre as 24 horas mais importantes da sua vida: o dia  em que ela conheceu e se apaixonou por um rapaz que havia perdido tudo no jogo e que planejava o suicídio.

Eu recomendo a leitura, é um livro de  texto inteligente, profundo e propício a reflexões.

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis