PERIGO! ELA ESTÁ NA TPM

A TPM (Tensão Pré-Menstrual) não é prerrogativa das simples mortais, a cantora Ivete Sangalo já declarou num programa de TV  que também padece desse mal : “viro bicho”, disse. Segundo dados do Ministério da Saúde, a artista faz parte do universo  de 70% de brasileiras que sofrem com  esta síndrome.

 

A TPM  atua no organismo da mulher como um coquetel de drogas que altera seu estado de consciência, seu humor, sua capacidade de discernimento e autocrítica. Sua hipersensibilidade chega a ser patética: “ Ando tão a flor a pele que, até mesmo, beijo de novela me faz chorar...”, é por aí, não propositalmente,  Zeca Baleiro retratou bem nesses versos esta fase maldita, de total incoerência feminina.

 

A situação poderia ser cômica se não fosse trágica. A mínima coisa causa-nos intenso sofrimento, debulhamo-nos em lágrimas se nos olharem de “cara feia”,  irritamo-nos com bobagens, tornamo-nos um fio desencapado pronto para disparar choques de 1000 volts. Buscamos refúgio nos potes de sorvetes, caixa de chocolates e outras delícias engordativas que depois nos causam culpa, mas enquanto as devoramos é só contentamento, pois os doces acionam mecanismos de recompensa no nosso cérebro,  proporcionando uma sensação de prazer, mas o efeito dura pouco e os sintomas continuam a nos afligir.

 

SINTOMAS

 

  • Ansiedade

  • Tensão

  • Dificuldade para dormir (insônia)

  • Irritabilidade

  • Alterações de humor

  • Desatenção, fazendo a mulher derrubar coisas e bater em objetos

  • Compulsão por doces ou salgados

  • Vontade de comer guloseimas ou comidas diferentes

  • Dores de cabeça

  • Raiva sem razão

  • Sentimentos perturbadores

  • Pouca concentração

  • Lapsos de memória

  • Baixa autoestima

  • Sentimentos violentos

  • Ganho de peso (por conta da retenção de líquido)

  • Inchaço abdominal

  • Sensibilidade e inchaço nas mamas

  • Inchaço nas extremidades do corpo, como mãos e pés

  • choro fácil

  • Alteração  intestinal

  • Calores ou sudorese fria

  • Náuseas

  • Acne

  • Reações alérgicas

  • Infecções do trato respiratório

  • Dores nas pernas

  • Cólicas

  • Aumento da vontade de urinar

 

TRATAMENTO

 

Não existe ainda um único remédio para curar a síndrome. Mas há uma luz no fim do túnel, recentemente pesquisadores dos Estados Unidos descobriram que a TDPM (transtorno disfórico pré-mentrual - que é a TPM mais severa) tem causa genética, pois um grupo de genes tem resposta celular diferente aos hormônios femininos progesterona e estrogênio nas pacientes que sofrem desse mal. À reboque da descoberta virá o tratamento específico, é o que acredita os cientistas que protagonizaram o estudo. 

Enquanto a cura não chega, os especialistas recomendam praticar uma atividade física, pelo menos, três vezes por semana, a fim de melhorar a ansiedade e o sono; manter uma dieta equilibrada rica em ômega 3 (presente em peixes e frutos do mar); frutas e grãos integrais, além de uma suplementação de cálcio e vitamina B6 (procure um profissional para prescrever: ginecologista ou endocrinologista).

 

Evite álcool (vinho principalmente), fumo, alimentos que contenham cafeína, refrigerantes derivados de cola, queijos fortes e frutas cítricas. Com isso, evita-se crises de enxaqueca que são potencializadas no período.

 

Conviver com a TPM não é tarefa fácil, nem pra nós mulheres, nem para os homens. Muitos não sabem lidar com a situação, por conta  disso inúmeros relacionamentos são desfeitos.

 

O site americano (PMS Buddy)  criou o aplicativo Alerta de TPM para Homens, este dispositivo tem a finalidade de avisar aos companheiros mais distraídos, via celular, que o período tenso feminino está próximo. Cabe a eles, pedir ajudar divina para atravessar ilesos esta fase, e ainda presentear as amadas com muitas caixas de chocolates.

 

 

 

POESIA

 

MULHER NA TPM

 

Estado alterado da percepção

Fragilidade: choro sem explicação

Mania de perseguição: teoria da conspiração

Carência exacerbada

Irritabilidade extremada

Impulsividade...

Compulsividade: desejo por chocolate

Cachorra que morde e late

Ansiedade sobre-humana

Piranha, sagrada, profana

Vampira... sangrenta...

Dolorida, insonolenta

Libidinosa Afrodite

Insaciável Lilith

 

M.A.

 

OBS: POST ATUALIZADO EM 26/03/17

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis