ERRO DE PRONÚNCIA: A PALAVRA QUE DERRUBA ATÉ CÉLEBRES ORADORES

Enrolada na própria língua, já vi muita gente gabaritada tropeçando nesse vocábulo (que cito mais adiante) e comprometendo a eloquência de todo discurso. Não há nada mais dissonante quando uma pessoa pronuncia uma palavra incorretamente, é algo desconfortável para aquele ouvinte que detecta a incongruência fonética. Está curioso para saber que palavrinha é esta? Então, continue lendo...

 

Fui, por diversas vezes, testemunha ocular, ou melhor, auricular desse crime gramatical. Em conversas informais ou até mesmo em seminários e salas de aula, já presenciei a dita cuja escapulir da boca de professores, jornalistas, eloquentes oradores, notáveis palestrantes, eminentes doutores (nas mais variadas áreas do saber) e também de  simples mortais, que por singela ignorância, arriscam-se a falar bonito e acabam fazendo feio, incorrendo num erro gramatical chamado ortoépia.

 

Ortoépia, grosso modo, é que a parte da gramática que se ocupa da correta articulação oral (pronúncia) das palavras de uma determinada língua. Suponho que por vício de linguagem ou até mesmo por desconhecimento, comete-se este erro crasso  no momento da fala (do discurso) que,  inevitavelmente, acaba também migrando para a escrita.

 

O vocábulo (palavra) em questão, que me moveu a escrever este post, é digladiar. Eu me pergunto: por que será que muitas pessoas, até aquelas com alto nível de instrução, insistem em pronunciar degladiar? Não tenho a resposta precisa (se você souber com exatidão, diga-me por favor!). No entanto, vou citar um exemplo de como isso ocorre prosaicamente: os deputados se degladiaram na tribuna da Câmara Federal (errado). O certo é: os deputados se digladiaram na tribuna da Câmara Federal. Nesta luta de egos e imperícia vocabular quem saiu ferida foi a língua portuguesa, é claro!

 

Obviamente que existem inúmeras palavras que estão sujeitas à infração da ortoépia (com acréscimo, supressão ou troca de letra ou fonema), mas a forma incorreta da pronúncia da palavra digladiar, chamou-me a atenção, em especial, pelo fato de ser amplamente articulada por pessoas, como já frisei, detentoras de uma cultura acima da média.

 

Compartilho hoje com você esta minha inquietação gramatical! A propósito a palavra digladiar significa: luta, confronto, combate etc.. Cuidado pra não ser nocauteado por ela no seu próximo discurso (risinho). Veja abaixo alguns exemplos da (não) aplicação da ortoépia.

 

CORRETAS                    ERRADAS

adivinhar                       advinhar

advogado                      adevogado

apropriado                    apropiado

aterrissar                       aterrisar

bandeja                          bandeija

boteco                            buteco

braguilha                       barguilha

bueiro                            boeiro

cabeleireiro                  cabelereiro

caranguejo                   carangueijo

empecilho                     impecilho

estupro                         estrupo

mendigo                       mendingo

privilégio                      previlégio                                       

 

Se gostou compartilhe! Vá na página principal curta e deixe seu comentário. Beijos!!!

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis