HASHTAG: MEXEU COM UMA, MEXEU COM TODAS!

 

#MexeuComUmaMexeuComTodas! E é assim mesmo que deve ser, todas unidas e organizadas contra os abusos cometidos por homens machistas, sexistas, impregnados com resquícios patriarcais, que se acham no direito de usar e abusar do corpo e da dignidade de uma mulher. A propósito este, também, é o título do documentário inédito da cineasta brasileira Sandra Werneck.
 

Leia também: Onde Atua a Cultura do Estupro

Esse  recente episódio, com contornos folhetinescos, que ocorreu nos bastidores da Rede Globo, entre o o ator José Mayer e a figurinista Su Tonani,  é uma prova inconteste de que o assédio sexual é uma triste realidade em todas as instâncias da sociedade. Não se trata de um espectro que vagueia, ele tem nome, sobrenome e poder para intimidar, humilhar e subjugar mulheres que se sentem assombradas, acuadas, desrespeitadas, e o que é pior: culpadas, graças a naturalização da "cultura do estupro" que é  patenteada pela mídia a qual sexualiza e objetifica o corpo feminino.

Quando a sociedade culpa as vítimas pelo o assédio  e normaliza o comportamento sexual agressivo dos homens, a cultura do estupro se estabelece e finca suas raízes, cristalizando no imaginário coletivo machista a misoginia . Um exemplo clássico é esta fala distorcida: "Ah! mas ela pediu isso, olha as roupas que ela usa!"


Esta campanha (#MexeuComUmaMexeuComTodas...) motivada por conta desse assédio em particular, não é um movimento isolado. O neo-feminismo  já começa a se reconfigurar  em escala planetária. Dentro desse "novo" contexto a figurista da Globo, é mais uma voz que se levanta contra a opressão da cultura do estupro, seja ela velada ou explícita. Com certeza! Su Tonani já entrou para a história, seu nome já figura nesse (repaginado ) vórtice feminista que começa a se desenhar nas engrenagens sociais em âmbito mundial.

 

FEMINISMO FASHIONISTA
 

A moda também entra no movimento e abraça a causa, a Maison Dior pegou carona na esteira do neo-feminismo e lançou na catwalk da semana internacional de moda em Paris (setembro 2016) uma coleção de camisetas com frases de empoderamento feminino. A luta pela igualdade de gêneros  agora explora novos espaços, ampliando seu alcance popular.

Leia também: Moda: As Supertendências Dessa Temporada

 

LITERATURA E REDES SOCIAIS

A musa dessa nova ordem feminista é a poeta e escritora indiana  Rupi Kaur, 24 anos. A artista usa as redes sociais para disseminar suas ideias feministas. Seus poemas falam de feminilidade, amor, perdas, abusos e violência contra a mulher.

 

 

 

#COMPARTILHE!!!!

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis