TÉCNICAS DE POMPOARISMO FACILITAM O ORGASMO E MELHORAM A LIBIDO


O pompoarismo é uma técnica oriental milenar usada há mais de 1500 anos. Reza a lenda que era utilizada em rituais de fertilidade pelas sacerdotisas em templos religiosos para turbinar a sexualidade feminina.

A prática dessa técnica fortalece os músculos da vagina e da pélvis, auxiliando de forma significativa em vários aspectos da saúde da mulher. Dentre eles estão:

# Melhora na vida sexual da mulher e de seu companheiro #Auxilia na precaução de disfunções como a anorgasmia (a falta de orgasmos durante o sexo) #Evita a incontinência urinária #Previne o vaginismo (dor durante a penetração) #Previne a queda do útero e da bexiga As técnicas de pompoarismo aprimoram a consciência corporal e são o caminho ideal para elevar o prazer e aumentar o autoconhecimento do corpo da mulher. O conceito desse método foi aprimorado pelo urologista e ginecologista americano, Arnold A. Kegel em 1952 (considerado o pai do pompoar). Os exercícios consistem em movimentos de relaxamento e contração dos músculos da vagina.

Atualmente, a técnica é conhecida como “exercícios de Kegel” eles são o embasamento do pompoarismo. Na vagina, existem algumas fibras nervosas sensoriais, contudo o prazer sexual também ocorre graças à sensibilidade nos músculos pélvicos, que diminuem a dimensão da vagina, o que faz aumentar o atrito do pênis com ela durante a transa.

Assim, os exercícios do pompoarismo irão excitar a musculatura em toda área pélvica, elevando a sensibilidade de maneira notável e criando mais terminações nervosas. Isso vai fazer você sentir mais prazer durante o sexo, devido a essa área da pélvis estar mais forte e firme.

Os treinamentos aumentam também a circulação do sangue que é essencial para promover as sensações durante a prática do sexo e, principalmente, durante o orgasmo, com estímulo das diferentes áreas da vagina, a exemplo do clitóris. Os exercícios também diminuem as chances de ter flacidez muscular, algo muito corriqueiro a partir dos 50 anos, melhorando, assim, a qualidade de vida da mulher.

Veja a seguir alguns exercícios indicados pela fisioterapeuta e especialista em sexualidade feminina, Roberta Struzani (fisioterapia.roberta@gmail.com)

EXERCÍCIO 1: RELAXAMENTO DA MUSCULATURA VAGINAL Antes de mais nada, esvazie a bexiga. Ou seja, urine até que, mesmo fazendo força, não saia mais nenhuma gota de xixi. Após isso, contraia bem de leve a musculatura vaginal (também chamada de MAP): basta realizar o mesmo movimento vaginal como se estivesse segurando a urina, só que levemente. Então, após leve contração, force o relaxamento de forma bem intensa, como se estivesse fazendo força para eliminar a urina. Faça esse movimento de leve contração, seguido de intenso relaxamento, por 10 vezes seguidas. Descanse uns 20 segundos e realize mais uma série de 10, totalizando duas séries com 10 repetições cada uma.

EXERCÍCIO 2: FORTALECIMENTO DA MUSCULATURA VAGINAL Realize, em qualquer lugar e momento, quatro séries de 25 contrações da MAP, da seguinte forma: faça um leve movimento de expulsão da urina seguido de uma forte contração. No exercício anterior você realizou uma forte expulsão e uma leve contração, aqui é o oposto: a expulsão (ou relaxamento, como preferir chamar) deve ser bem fraca e a contração mais forte. Realize, quatro vezes seguidas, 25 repetições dessas contrações. Entre as quatro séries, descanse num intervalo que achar necessário, desde que não passe de trinta segundos. EXERCÍCIO 3: SUSTENTANDO A CONTRAÇÃO Neste exercício você terá que manter a contração pelo maior número de tempo que conseguir. Contraia a MAP, como se estivesse com muita vontade de urinar e precisasse "apertar" a vagina para não deixar a urina escapar. Segure esta contração e comece a contar ou cronometrar durante quanto tempo consegue mantê-la. Anote e a cada dia tente superar a si mesma, aumentando cada vez mais o tempo de sustentação da contração. Através desse exercício você perceberá o quanto a resposta de ganho é rápida e isso será uma boa motivação para que você mantenha o treino. EXERCÍCIO 4: COORDENAÇÃO MOTORA DA MAP Este exercício, a princípio, é um pouco mais difícil, mas basta pegar a sincronia que conseguirá realiza-lo sem problemas. Você deverá utilizar também a respiração. Inspire profundamente e, ao soltar o ar, juntamente e no mesmo ritmo, contraia a MAP, ao inspirar novamente relaxe a MAP, novamente no mesmo ritmo. Conforme for pegando o jeito, vá acelerando a respiração juntamente com as contrações e relaxamentos da MAP. Este exercício não possui um tempo específico, faça conforme tiver disponibilidade para realiza-lo, mas lembre-se que quanto mais exercitar, maior e mais rápido serão os resultados. EXERCÍCIO 5: CONSCIÊNCIA CORPORAL Realize este exercício preferencialmente sentada. Se não der, pode fazer em pé ou deitada, mas é mais difícil. Movimente o quadril para frente, para trás, para os lados, o máximo que conseguir. Conforme estiver se sentindo mais à vontade com os movimentos do quadril, inicie contrações da MAP enquanto realiza os movimentos e procure sentir diferentes partes da vagina se contraindo conforme contrai em posições diferentes do quadril. Realize as contrações quantas vezes quiser.

APÓS 3 MESES DE TREINO... Estes cinco exercícios deverão ser realizados todos os dias, durante três meses. Após este tempo ou se já tiver adquirido o efeito que almejava, você poderá fazer apenas um dos exercícios, uma única vez por dia, para manter o que já ganhou. Também é importante que inclua as duas dicas abaixo na sua rotina, para que mantenha os ganhos que conquistou no período. # Dica do farol de trânsito: toda vez que parar num farol, seja como pedestre, motorista ou dentro de um ônibus, sua meta será manter a MAP contraída durante todo o tempo que o farol estiver fechado, podendo relaxar apenas quando o sinal ficar verde. Uma outra alternativa da mesma técnica é, ao invés de sustentar a contração enquanto o farol estiver fechado, você realizará seguidas contrações e relaxamentos até que o farol fique verde novamente. # Dica dos adesivos: compre uma cartela de adesivos e cole-os em objetos para os quais costuma olhar com frequência, como TV, espelho do banheiro, geladeira, carteira, celular, guarda- roupa, mesa do escritório, retrovisor do carro e onde mais sua criatividade mandar. Toda vez que olhar para um desses adesivos deverá contrair a MAP dez vezes. No fim do dia você terá feito mais de 100 contrações sem nem perceber.

Fonte: pompoarismo.biz

#Pompoarismo #pompoar #orgasmo #libido #prazer

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis