SEXUALIDADE E SUAS VÁRIAS NUANÇAS

Você sabe, por exemplo, qual a difereça entre identidade de gênero e expressão de gênero? O que é um transgênero e uma pessoa andrógina? O post de hoje tem como  finalidade  esclarecer conceitos, desmitificar pré-conceitos e dirimir dúvidas sobre a sexualidade. Vamos então começar (obviamente) pelo começo.
 

Sexo biológico – assume-se frequentemente que é o sexo cromossomático ou o sexo genital, que pressupõe capacidades reprodutivas. Existem vários fatores que contribuem para o sexo biológico: cromossomas (XY, XX, ou outras combinações), genitais (estruturas reprodutivas externas), gônadas (presença de testículos ou ovários), hormônios (testosterona, estrogênios), etc. Uma pessoa intersexo (hermafrodita) tem órgãos genitais/reprodutores (internos e/ou externos) masculinos e femininos, em simultâneo, ou cromossomos que não são nem XX nem XY.

Identidade de gênero – sentimento de ser do gênero feminino (mulher) ou do gênero masculino (homem) independentemente da anatomia. Uma pessoa transgênero é alguém que não corresponde às convenções sociais e categorias tradicionais de gênero associadas ao seu sexo biológico. Uma pessoa transexual é alguém que sente que a sua identidade de gênero é diferente do seu sexo biológico. Algumas pessoas transexuais desejam mudar o seu corpo através de tratamentos e/ou cirurgias, mas nem todas.

Expressão de gênero – diz respeito aos comportamentos, forma de vestir, forma de apresentação, aspeto físico, gostos e atitudes. Uma

pessoa andrógina exprime-se de uma forma ambivalente, ou seja, apresenta uma combinação de traços físicos quer masculinos, quer femininos ou uma aparência que não permite identificar claramente o seu gênero.

Orientação sexual – refere-se ao que cada pessoa pensa e sente sobre si própria e sobre a sua afetividade e sexualidade e por quem se sente atraído afetiva e sexualmente. Uma pessoa é considerada:
#heterossexual se sente, sobretudo, atraída por pessoas de gênero diferente
#homossexual se sente, sobretudo, atraída por pessoas do mesmo gênero
#bissexual se sente atraída por pessoas de ambos os gêneros.

 

 

LÉSBICA, GAY, BISSEXUAL TRANS, QUEER e INTERSEXO

 

LGBTQI é um acrônimo que se internacionalizou e que corresponde às palavras:

#Lésbica - designação atribuída a mulheres homossexuais
#Gay - designação dada a homens homossexuais
#Bissexual - pessoas que se sentem atraídas por homens e mulheres

#Trans - designação dada às pessoas transgênero e transexuais

#Intersexo - designação aribuída a uma pessoa que tem órgãos genitais/reprodutores (internos e/ou externos) masculinos e femininos, simultaneamente.

 

*Há ainda  o pansexual -  indivíduo com sexualidade fluida, ou seja, aquele que sente atração sexual ou romântica independentemente do gênero ou orientação sexual dos seus parceiros. Já o assexuado não tem orientação nem desejo sexual.
 

#Queer -  o ser queer enquadra-se nesse conceito fluído do pansexualismo. "A palavra queer representa tantas coisas, é um conceito muito complexo. Ela é uma identidade de gênero, é uma orientação sexual, é um adjetivo, um substantivo e pode ser um verbo. O conceito queer é tão disruptivo do sistema, que causa essa estranheza. É muito difícil de compreender, tem um aspecto muito budista do queer, que é fora desse binarismo de pensamento. E eu me identifico dessa forma. Há muitos questionamentos se o queer pode ser uma identidade de gênero, porque ela é uma identidade não identidade, é o lugar do não lugar. No Brasil, o queer está sendo representado pelo não binário, são coisas parecidas. Como o agênero, two spirit, genderless, gênero fluido, tudo isso está dentro desse espectro queer não binário”. (Declaração da ativista Pri Bertucci ao HuffPost Brasil).

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis