COMO A GERAÇÃO TINDER COMEMORA O DIA DOS NAMORADOS?


Em época de amores líquidos, inconsistentes e fugazes as relações românticas fluem na velocidade dos bytes . Você não sabe mais definir o que representa na vida do outro. Está tudo relativizado, nada é concreto e sólido no terreno amoroso. Os pares estão ultraconectados pelas novas tecnologias, mas distantes do coração. As redes sociais e os aplicativos de namoro (Tinder e afins) promovem os encontros, reencontros e desencontros instantâneos. São vitrines poderosas onde as “carnes” estão expostas, prontas para o consumo. Nesse mercado a oferta, assim como a procura estão equilibrados. Leia também: Medo de compromisso Coleciona-se parceiros sexuais e não parcerias e conexão. Investir numa relação soa como sacrilégio, afinal para que gastar energia com uma única pessoa se você pode variar e provar de quantas lhe seja possível? Esta é a lógica atual que molda as relações afetivas. Mas qual é o resultado desse "algoritmo"? Pessoas felizes e desencanadas? Sou categórica: não! Leia também: Quem tem contatinho é agenda

Tanto no cyberespaço quanto no mundo real (dessa nova configuração de relacionamento amoroso ) vaga uma legião de zumbis, desprovida de sentimentos, à procura da próxima presa para saciar seu vazio imensurável. Porque sexo casual não preenche a alma. Só o amor tem essa magia... Completude, troca energética, cumplicidade, reciprocidade só existem nos relacionamentos sólidos, onde o amor é o fio nobre que costura essa trama amorosa.

#DiadosNamorados #Tinder #relaçõesamorosas

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis