CHAMPA: SÍMBOLO NACIONAL

A lindeza da foto chama-se Champanhe. Esta autêntica catiora vira-lata caramelo, também atende pelo epíteto de Champa-Leoa ou simplesmente Champa,  ou ainda pelo diminutivo carinhoso, Cham! Ela é uma típica fêmea alpha. valente, leal, protetora, inteligente, determinada  e persistente. 

 

Tem trejeitos e corre como uma leoa,  por conta disso foi apelidada de Champa-Leoa. No entanto, por trás de tanta determinação e agilidade existe uma cadela com traumas e sequelas típicas de quem viveu nas ruas. Não sei quais maus-tratos vivenciou, mas deve ter sido muito doloroso, pois deixou marcas indeléveis na sua alma canina. Ela entra em pânico quando ouve barulho de fogos, trovões, sirenes e sinos. O corpo trêmulo, rabo entre as pernas  e orelhas voltadas para trás são  sinais característicos que denotam medo e pavor.

 

Esses sons são as únicas coisas que a paralisa e detém sua altivez elegante. Altiva sem ser impetuosa. Champa é cativante e uma líder nata. Muito respeitada na matilha (da minha casa). Isso mesmo, além dela, adotei mais seis cadelas vira-latas  errantes  (viviam nas ruas) que foram  acolhidas por mim quando estavam no cio.

 

Uma pena que o Banco Central não atendeu ao apelo popular para substituir a imagem do lobo-guará  pelo vira-lata caramelo na cédula de 200 reais. Mas espero que essa campanha virtual, em prol dos SRDs* renda algum capital simbólico para a espécie, como respeito, empatia e a valorização desses adoráveis  e icônicos cachorros. 

 

Os vira-latas caramelo  são simpáticos  e afetuosos. Ao contrário dos animais que estampam as cédulas do Real, eles não estão em extinção.  Por causa dos constantes abandonos, existem aos milhares no território brasileiro, vagando pelas ruas em busca de água e comida. Por serem onipresentes no cotidiano de todos nós, são genuinamente  o símbolo  nacional do nosso país.

 

* Sem Raça Definida

 

 

#viralatacaramelo #amocachorro #catiora

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

           www.janelafeminina.com

 created  by Marlúccia Araújo 2015

        Web designer:  Lucas Reis